Mónica Barbosa on April 16th, 2015
Na fila do supermercado, o caixa diz a uma senhora idosa:


A senhora deveria trazer as suas próprias sacolas para as compras, uma vez que sacos de plástico não são amigos do ambiente.

A senhora pediu desculpas e disse: - Não havia essa onda verde no meu tempo.

O empregado respondeu: - Esse é exatamente o nosso problema hoje, minha senhora. A sua geração não se preocupou o suficiente com o nosso ambiente.

Você está certo - responde a velha senhora - a nossa geração não se preocupou adequadamente com o ambiente. Naquela época, as garrafas de leite, garrafas de refrigerante e cerveja eram devolvidos à loja.

A loja mandava de volta para a fábrica, onde eram lavadas e esterilizadas antes de cada reuso, e eles, os fabricantes de bebidas, usavam as garrafas, umas tantas outras vezes.

Realmente não nos preocupamos com o ambiente no nosso tempo. Subíamos as escadas, porque não havia escadas rolantes nas lojas e nos escritórios. Caminhávamos até ao comércio, ao invés de usar o nosso carro de 300 cavalos de potência de cada vez que precisamos ir a dois quarteirões.

Mas você está certo. Nós não nos preocupávamos com o ambiente. Até então, as fraldas dos bebés eram lavadas, porque não havia fraldas descartáveis. Roupas secas: a secagem era feita por nós mesmos, não nestas máquinas bamboleantes de 220 volts. A energia solar e eólica é que realmente secavam nossas roupas. Os meninos pequenos usavam as roupas que tinham sido dos seus irmãos mais velhos, e não roupas sempre novas.

Mas é verdade: não havia preocupação com o ambiente, naqueles dias. Naquela época só tínhamos somente uma TV ou rádio em casa, e não uma TV em cada quarto. E a TV tinha uma tela do tamanho de um lenço, não um telão do tamanho de um estádio; que depois será descartado como?

Na cozinha, tínhamos que bater tudo com as mãos porque não havia  máquinas elétricas, que fazem tudo por nós. Quando embalávamos algo um pouco frágil para o correio, usávamos jornal amassado para protegê-lo, não plástico bolha ou pellets de plástico que duram cinco séculos para começar a degradar.

Naqueles tempos não se usava um motor a gasolina apenas para cortar a relva, era utilizado um cortador de relva que exigia músculos. O exercício era extraordinário, e não precisava ir a uma academia e usar esteiras que também funcionam a eletricidade.

 Mas você tem razão: não havia naquela época preocupação com o ambiente. Bebíamos diretamente da fonte, quando estávamos com sede, em vez de usar copos plásticos e garrafas pet que agora lotam os oceanos.

Canetas: recarregávamos com tinta tantas vezes ao invés de comprar outra. Abandonamos as navalhas, ao invés de jogar fora todos os aparelhos 'descartáveis' e poluentes só porque a lâmina ficou sem corte.
Na verdade, tivemos uma onda verde naquela época. Naqueles dias, as pessoas apanhavam o autocarro ou o elétrico e os meninos iam nas suas bicicletas ou a pé para a escola, ao invés de usar a mãe como um serviço de táxi 24 horas. Tínhamos só uma tomada em cada quarto, e não um quadro de tomadas em cada parede para alimentar uma dúzia de aparelhos.. E nós não precisávamos de um GPS para receber sinais de satélites a milhas de distância no espaço, só para encontrar a pizaria mais próxima.

Então, não é ridículo que a actual geração fale tanto em "meio ambiente", mas não queira abrir mão de nada e não pense em viver um pouco como na minha época?
Andrea on April 13th, 2015

A Ram Pump is a hydraulic pump which allows you to raise water from one point to another without using an outside power source. We’re astonished that they aren’t more widely known as you can make one at home. All you need is a water drop and cheap parts you’ll find in the plumbing aisle of your local DIY shop.

Ram pump Casalinho

 

 

We have two operating daily. One keeps our animal shed constantly supplied with fresh water and the other supplies our irrigation tanks in the orchard area.

Ram Pump Casalinho

 

 

 

 

 

 

 

Yes, one utilises an old fire extinguisher and the other uses a recycled pop bottle! Reused and recycle!

 

 

 

 

 

This weekend we hosted a short Ram Pump workshop and Jeroen took a small group through the process.

PICT8663

 

 

Our next Ram Pump session will run as part of the Extended Practical Permaculture Design Course which runs 19th June – 21st July, although it will be open to all as a stand alone event. We’ll let you know when the date can be confirmed, and hope you’ll join us.

 

 

 

PDC  banner

Share

The post Ram Pump Workshop appeared first on Casalinho.




EcoEsfera - Um programa da Nova TV sobre Permacultura, Transição e Resiliência

Para dar visibilidade à inovação e tradição presente nos modos de vida mais éticos e ecológicos, a Nova TV projecto de televisão online, com base em Arganil, está a criar o programa EcoEsfera.

É um programa inteiramente dedicado aos temas da Permacultura e Transição - gestão ecológica, resiliência, agricultura, tecnologia, economia, construção, entre outros.

Tem como objectivo mostrar exemplos de pessoas, projectos e eventos, de norte a sul de Portugal, que com preocupações ao mesmo tempo de escala local e global, têm um impacto regenerativo no ambiente cultural, ecológico e social.

Ambos permacultores, os directores do programa, João Gonçalves (animador socioeducativo) e Mónica Barbosa (psicóloga) desenvolvem as suas actividades em Chão Sobral (Oliveira do Hospital, Serra do Açor) e região de Lisboa.

O genérico do programa pode ser visualizado no sítio da Nova TV http://www.novatv.pt ou pela ligação
https://www.youtube.com/watch?v=s-mhqFr65nM


joao pedro goncalves on April 9th, 2015



























Ok — so today it was actually drizzly all day — but thankfully — yesterday, when the guys turned up with the big machines to dig the first of several lakes we have planned to create on the farm, it was a gorgeous day! Eventually we hope to have lakes on the terraces where there […]
Andrea on April 7th, 2015

I’m pleased to report that the Easter Bunny appears to be well and living in central Portugal.

Easter bunny at Casalinho

 

We heard rumour that he had a mysterious horned assistant this year.

Easter goat

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

I followed their trail around the garden, a good opportunity to take the camera.

Easter Casalinho Easter cacti Easter Iris Easter Casalinho Easter Casalinho Easte Casalinho Easter eggs at Casalinho Peach blossom Cebolinha at Casalinho Broom in flower - Casalinho Poppy

Easter is generally the time when our summer Permaculture Design Courses start booking up fast. Take a look!

 

courses banner

Share

The post Easter at Casalinho appeared first on Casalinho.

joao pedro goncalves on April 6th, 2015
Andrea on April 5th, 2015

I find it hard enough to post here once a week, and here I am doing it twice in a single day! Only cute baby goat pictures could elicit such enthusiasm!

Easter is traditionally a time where we think about new life, and that’s certainly been the case here at Casalinho today. Horny had to be brought back from her morning walk this morning as she looked so uncomfortable, and just after lunch she treated us to the arrival of her little one.

Welcome to the world Lilly :)

These photos were taken within 10 minutes of Lilly entering the world, and Horny was still cleaning her of the yellowy waxy goo that all goat kids are born covered in.

Easter LillyEaster Lilly

Share

The post Our Easter Lilly appeared first on Casalinho.

Butik Online Baju Wanita Murah : Jasa SEO 5 Besar Google Murah

Butik Online Murah Jual Baju Untuk Gaun Pengantin Modern

Andrea on April 5th, 2015

If you’ve been following the goings on in our goat shed you’ll know that Beyonce’s daughter, Misty is called Mistletoe because she was born at Christmastime. Misty has now continued the tradition by successfully delivering her own first baby at Easter.

Welcome to the world, little one.

Misty's Kid

Horny has now reached the stage of pregnancy where I think she must burst any moment, but still she hangs on. Perhaps I’ll have more news later on.

Wishing you a peaceful Easter.

Share

The post Misty’s Kid appeared first on Casalinho.